ANOTAÇÕES DA BÍBLIA

Alegoria das ferramentas

Alegoria das ferramentas

 

 

Estava hoje caminhando ,veio-me a cabeça uma musica muito antigo .Pensei e coloquei esta letra para fazer desta estória um teatro.Tente invente uma música... assim que eu apresentar coloco aqui o vídeo

Quando a noite o carpinteiro,

Fecha a marcenaria.

Nós, com toda a razão...

Fazemos uma reunião

Mas a razão ...desta valentia , é que nós somos uma infantaria.

Mas a razão ...desta valentia , é que nós somos uma infantaria.


Texto base (1Corintios12: 12 em diante)


Há muito tempo atrás, em uma carpintaria, quando todo o trabalho havia acabado, as ferramentas começaram a conversar entre si.Elas discutiam para saber qual delas era a mais importante para o carpinteiro.

 Sr. Martelo começou: Certamente que sou Eu o mais importante para o carpinteiro! Sem mim os móveis não ficaram de pé! Pois eu tenho que martelar os pregos!

 O Sr. Serrote logo quis dar a sua opinião: Você Sr. martelo?

Você não pode ser! Seu barulho é horrível! É ensurdecedor ficar ouvindo toc, toc, toc...

 

O mais importante sou Eu! O serrote! Sem mim como o carpinteiro serra a madeira? Eu sou o melhor!

 

Não, não, não falou a dona Lixa: Eu sim sou a melhor! Se não fosse Eu os móveis não seriam tão lisinhos e perfeitos! Eu sou a mais importante!

 

Ah! Mais não é mesmo! Disse a dona Plaina:

 

Eu é quem deixo tudo retinho, e tiro as imperfeições da madeira. Eu sim sou a indispensável...

 

Tsc, tsc, tsc...Nada disso disse a dona Chave de fenda:

 

Se não fosse Eu como o carpinteiro iria apertar os parafusos. EU sim sou a melhor!

 

AH! Não! Que absurdo! Disse o Sr Esquadro: Eu sou o mais importante! Sem mim os móveis ficariam tortos! O carpinteiro nem saberia a medida. Eu sou o mais importante!

 

 

As ferramentas ficaram discutindo até o dia amanhecer.

 

O carpinteiro chegou para trabalhar, colocou sobre a mesa a planta de um móvel e começou a trabalhar!

 

Ele usou todas as ferramentas, usou o serrote, o martelo, o esquadro, a lixa, a plaina, os pregos, o martelo, a chave de fenda, a cola, o verniz para deixar o móvel brilhando...

 

Enfim ele acabou. Chegou o fim do dia o carpinteiro estava cansado, mais feliz com o que tinha feito!

 

Seu trabalho com as ferramentas tinha ficado ótimo!

 

O carpinteiro foi para casa. Enfim as ferramentas voltaram a conversar. Só que agora elas ficaram admirando o que tinham feito todas juntas e o carpinteiro. Sabe o que elas fizeram? Um púlpito de uma igreja! E tinha ficado lindo!

 

 

Elas chegaram a uma conclusão: Todas eram importantes! Aos olhos do carpinteiro. Ele usou todas! Sem exceção de nenhuma! E o móvel tinha ficado lindo!

 

Elas descobriram que quando todas trabalham juntas tudo anda melhor!

 

(Moral da história)


O carpinteiro representa JESUS ou o Pastor de sua igreja.

 

Dependendo como você vai usar essa história.(já usei numa reunião para adolescentes e também em um teatro)


As ferramentas representam os membros, ou crianças. Cada um de nós tem um valor importante no reino e na obra de DEUS. É ele quem nós usa e capacita para fazermos a sua obra. Cabe a nós como ferramentas nos deixar ser usados. (você professor pode colocar a moral que você achar que se encaixa melhor para a sua turma)

TENHO ESTA HISTÓRIA PARA EMPRESTAR PARA PROFESSORES FILADÉLFIA

Púlpito (tribuna, nas igrejas, de onde os oradores sagrados pregam)