ANOTAÇÕES DA BÍBLIA

As igrejas do NT. e os dias do fim

As igrejas do NT. e os dias do fim

 

(Autor: Pr.Brunoni)

Nestes dias difíceis, dos quais nos falou Paulo em II epístola a Timóteo cap. 3, vs 1-5 -"Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Foge também destes...", não queremos perder a nossa identidade de fidelidade à Palavra de Deus com as igrejas bíblicas do Novo Testamento.

A uma posição de inequívoca lealdade ao Senhor, as igrejas dos começos da era cristã foram exortadas. Essas exortações estão claramente exaradas nas epístolas e, com muita graça e força, no início do livro do Apocalipse através do próprio Senhor Jesus. Em resumo, as igrejas primitivas foram exortadas a:

1 - Não serem cúmplices nas obras infrutíferas das trevas, mas a reprová-las. Reprová-las e condená-las com autoridade divina (Efésios 5:11 - “E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as.”)

2 - Não praticarem imoralidade e a repudiarem tudo quanto sirva de veículo à introdução da imoralidade em nosso meio, ou seja, no arraial dos santos (I Coríntios 10:7-9 - “Não vos façais, pois, idólatras, como alguns deles; porquanto está escrito: “o povo assentou-se para comer e beber e levantou-se para divertir-se. E não pratiquemos imoralidade, como alguns deles o fizeram, e caíram, num só dia, vinte e três mil {Números 25.1-18}. Não ponhamos o Senhor à prova, como alguns deles já fizeram e pereceram pelas mordeduras das serpentes”).

3 - Uma separação bem clara do mundo no que se refere às trevas e aos costumes anti-cristãos adotados pelos que não conhecem a Deus (I João 2:15-17 - “Não ameis o mundo nem as cousas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele; porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede ao Pai, mas procede do mundo. Ora, o mundo passa, bem como a sua concupiscência; aquele, porém, que faz a vontade de Deus permanece eternamente.”

4 - Usarem, para o louvor de Deus, música apropriada; música inconfundivelmente espiritual - o louvor que convém aos santos:

a) (I Cr. 16:42 - “Com eles, pois, estavam Hemã e Judutum, que faziam ressoar trombetas, e címbalos, e instrumentos de música de Deus...”) 

b) (Salmo 33:1 - “Exultai, ó justos, no Senhor! Aos retos fica bem louvá-lo...”)

c) (Efésios 5:18, 19 - “E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais...”)

d) (Apocalipse 14:2,3 - “Ouvi uma voz do céu como voz de muitas águas, como voz de grande trovão; também a voz que ouvi era como de harpistas quando tangem a sua harpa. Entoavam novo cântico diante do trono....E ninguém pode aprender o cântico...”)

e) (Apocalipse 15: 3, 4 - “... e entoavam o cântico de Moisés, servo de Deus e o cântico do Cordeiro, dizendo: Grandes admiráveis são as tuas obras, Senhor Deus, Todo-Poderoso! Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei das nações! Quem não temerá e não glorificará o teu nome, ó Senhor? Pois só tu é santo; por isso, todas as nações virão e adorarão diante de ti, porque os teus atos de justiça se fizeram manifestos.”)

5 - Vestirem-se de modo conveniente, sem jamais expor a nudez (I Pe. 3:3 - “Não seja o adorno da esposa o que é exterior, como frisado de cabelos, adereços de ouro, aparato de vestuário...”) Ap. 3:18 - “Aconselho-te..., a fim de que não seja manifesta a vergonha da tua nudez, e colírio para ungires os olhos, a fim de que vejas.”) Ap. 16:15 - “Eis que venho como vem o ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia e guarda as suas vestes, para que não ande nu, e não se veja a sua vergonha.”) 

6 - Guardarem o que têm, e que lhes veio de Deus através de Sua Palavra Infalível e Santa (Ap. 3:11 - “Venho sem demora. Conserva o que tens, para que ninguém tome a tua coroa”.)

7 - Serem fiéis até a morte sem qualquer receio de privações de quaisquer espécies, na certeza de que Jesus prometeu a coroa da vida como prêmio à lealdade aos que o amam (Ap. 2:10 - “Não temas as cousas que tens de sofrer. Eis que o diabo está para lançar em prisão alguns dentre vós, para serdes postos à prova, e tereis tribulação de dez dias. Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida.”)

8 - Enxergarem os sinais da proximidade da volta de Cristo e, conseqüentemente, do arrebatamento da igreja (Mateus 24:32,33 - “Aprendei, pois, a parábola da figueira: quando já os seus ramos se renovam e as folhas brotam, sabeis que está próximo o verão. Assim também vós: quando virdes todas essas coisas, sabei que está próximo, às portas.” Mateus 37-44, etc.).

9 - Conhecerem os dois últimos sinais para este acontecimento, em II Ts., cap. 2: 

a) A apostasia ou a contínua substituição dos crentes pelos incrédulos e falsos irmãos, nos templos.

b) A manifestação gradativa do Anticristo no mundo e nas igrejas.

10 - Não aceitarem outro evangelho, outra doutrina e outro culto por estarem enquadrados nos rumos da apostasia destes dias do fim:

(Gálatas 1: 8, 9 - “Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema. Assim, como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema”). Ver o artigo “Heresia Uma Estratégia de Satanás”.

(I Timóteo 6:3-5 - “Se alguém ensina outra doutrina e não concorda com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo e com o ensino segundo a piedade, é enfatuado, nada entende, mas tem mania por questões e contendas de palavras, de que nascem inveja, provocação, difamações, suspeitas malignas, altercações sem fim, por homens cuja mente é pervertida e privados da verdade, supondo que a piedade é fonte de lucro.”)

(I Timóteo 4:1, 2 - “Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios, pela hipocrisia dois que falam mentiras e que tem cauterizada a própria consciência,...”)

(II Timóteo 4: 1-3 - “Conjuro-te, perante Deus e Cristo Jesus, que há de julgar vivos e mortos, pela sua manifestação e pelo seu reino: prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longaminidade e doutrina. Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas.”)

Em II Coríntios 11:4, Paulo fala de outro Jesus, de outro Espírito e de outro Evangelho que, evidentemente são o Jesus, o espírito e o evangelho do movimento apóstata dos dias do fim - os dias maus em que hoje vivemos. Tolerar esse trio maligno é apostasia.

11 - Obedecerem ao Senhor Jesus em sua ordem de levar o Evangelho à toda criatura (Marcos 16:15 - “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura”).
(I Pedro 2:9 - “pois fostes regenerados não de semente corruptível, mas de incorruptível, mediante a Palavra de Deus, a qual vive e é permanente.”)

continua>>>>>>continuação As igrejas do NT. e os dias do fim