ANOTAÇÕES DA BÍBLIA

Cartas aos Tessalonicenses

Cartas aos Tessalonicenses

                                 

1 e 2 Tessalonicenses, são duas cartas escritas pelo apóstolo Paulo, no Primeiro Século, à igreja na cidade de Corinto.

A primeira trata de problemas da igreja local; enquanto que a segunda é uma defesa do ministério de Paulo em face de falsos ensinos a seu respeito.

 

Primeira e segunda epístola aos Tessalonicenses foi escrita para mesma igreja num espaço de poucos meses. Ambas têm o mesmo tema: A VINDA DO SENHOR JESUS CRISTO, mas cada uma com ênfase diferente.

Cinco destas diferenças estão abaixo relacionadas.

1 – Ambas as cartas enfatizam a PAROUSIA de Cristo.

I Tessalonicenses enfatiza o primeiro aspecto deste acontecimento, O ARREBATAMENTO enquanto.

II Tessalonicenses enfatiza o segundo aspecto:

A MANIFESTAÇÃO DE CRISTO.

Na primeira carta, Cristo é visto como encontrando sua igreja no “ar”, enquanto que na segunda carta, Cristo é visto na “terra”, julgando os perseguidores dos santos e o “homem do pecado”.

 

2 - Cada carta trás uma contribuição inestimável para igreja de hoje.

I Tessalonicenses dá uma explicação concisa do modo pelo qual o arrebatamento (Dia de Cristo) ocorrerá e II Tessalonicenses dá o esboço do plano de Deus aos acontecimentos que precedem o Dia do Senhor, inclusive as atividades do anticristo durante a Grande Tribulação.

 

3 – Na sua primeira epístola aos Tessalonicenses, Paulo centraliza seus pensamentos ao redor da “ESPERANÇA” que aguarda os crentes ao arrebatamento de Cristo.

Na segunda epístola, Paulo enfatiza o julgamento que aguarda os pecadores à manifestação de Cristo.

 

4 – O tom das cartas também difere em:

I Tessalonicenses, o tom é de conforto, enquanto em II Tessalonicenses, é o tom de severa correção.

 

5- I Tessalonicenses, Paulo ocupa três capítulos na defesa de si mesmo e de seus colaboradores.

II Tessalonicenses, ele não se defende, mas ataca os falsos mestres que estão a confundir a igreja.

 

      I Tessalonicenses                               II Tessalonicenses

O arrebatamento da igreja                     A manifestação de Cristo

A esperança para os crentes                  O julgamento para os crentes pecadores

Conforto                                                Correção

O modo do arrebatamento                     Ocasião do Dia do Senhor

A defesa do evangelista                         Ataque aos falsos mestres

 

A primeira cidade européia a ser visitada nas viagens missionárias de Paulo, foi Filipos onde ele e Silas foram açoitados e aprisionados. Depois de soltos corajosamente continuaram sua jornada. Foram para Tessalonica. 160 km dali.  

Quando Paulo chegou a Tessalônica durante sua segunda viagem missionária, alguns foram convertidos pela pregação do evangelho. Outros principalmente judeus invejosos rebelaram-se violentamente contra Paulo e os outros pregadores, querendo levá-los à força para o meio do povo para serem julgados como criminosos (veja Atos 17:1-5). Como não podiam achá-los, "arrastaram Jasom e alguns irmãos perante as autoridades", acusando-os de hospedar homens que "procedem contra os decretos de César, afirmando ser Jesus outro rei" (veja Atos 17:6-7). Mesmo com esta tribulação a igreja floresceu. Alguns meses depois de sua saída de lá, Paulo escreveu para encorajá-los a continuarem firmes no Senhor com a mesma convicção do início.

Duas cartas inspiradas das Escrituras Gregas Cristãs, e valiosas, talvez as primeiras a ser redigido pelo apóstolo Paulo, que se identifica como o escritor de ambas. (1Te 1:1; 2:18; 2Te 1:1; 3:17) Na época em que essas cartas foram escritas, Silvano (Silas) e Timóteo estavam com Paulo. (1Te 1:1; 2Te 1:1) Isto indica que elas foram enviadas de Corinto, visto que não há nenhum registro de que esses três homens tenham trabalhado de novo juntos, depois de sua estada em Corinto, durante a segunda viagem missionária de Paulo. (At 18:5) Visto que os 18 meses de atividade do apóstolo em Corinto parecem ter começado no outono de 50 dC, é provável que a primeira carta aos tessalonicenses tenha sido escrita por volta dessa época. (At 18:11) A segunda carta deve ter sido escrita não muito tempo depois, provavelmente por volta de 51 dC. 


          Em todos os catálogos importantes do segundo, do terceiro e do quarto séculos dC, as duas cartas são alistadas como canônicas. Elas também se harmonizam plenamente com o restante das Escrituras ao admoestarem os servos de Deus a manter uma conduta excelente em todas as ocasiões. É digna de nota também a ênfase que se dá nestas cartas à oração. Paulo, junto com seus colaboradores, sempre se lembrava dos tessalonicenses em oração (1Te 1:2; 2:13; 2Te 1:3, 11; 2:13), e o apóstolo os encorajou: “Orai incessantemente. Dai graças em conexão com tudo.” (1Te 5:17, 18) “Irmãos, continuai a orar por nós.”  1Te 5:25; 2Te 3:1.

                     Fundo Histórico de Primeira Tessalonicenses.

A congregação à qual Primeira Tessalonicenses foi dirigida, sofreu perseguição praticamente desde o início. Depois de chegar a Tessalônica, Paulo pregou na sinagoga local por três sábados. Considerável número de pessoas tornou-se crentes, e formou-se uma congregação. Judeus fanáticos, ortodoxos, porém, provocaram violento motim. Quando não encontraram Paulo e Silas na casa de Jasão, a turba arrastou Jasão (jason) e outros irmãos até os governantes da cidade, acusando-os de sedição. Apenas depois de pagarem “suficiente fiança” é que Jasão e os outros foram libertados. Isto moveu os irmãos a enviar Paulo e Silas para Beréia, à noite, evidentemente para o bem da congregação e para a segurança dos dois.  At 17:1-10. 


            Depois disso, além de contínua perseguição (1Te 2:14), a congregação pelo visto sentiu grande tristeza com a perda de um, ou mais, de seus membros na morte. (4:13) Cônscio da pressão que se exercia sobre a nova congregação, e muitíssimo preocupado com o efeito que isto teria, Paulo enviou Timóteo para confortar e fortalecer os tessalonicenses. Antes disso, o apóstolo tentara duas vezes visitá-los, mas ‘Satanás se interpusera em seu caminho’.  2:173:3. 


         Paulo regozijou-se ao receber o relatório encorajador de Timóteo sobre a fidelidade e o amor dos tessalonicenses. (1Te 3:6-10) No entanto, eles precisavam de mais encorajamento e admoestação para resistirem às fraquezas da carne. Por este motivo, além de elogiar os tessalonicenses por sua perseverança fiel (1:2-10; 2:14; 3:6-10) e de confortá-los com a esperança da ressurreição (4:13-18), Paulo exortou-os a continuar seguindo o proceder aprovado por Deus e a fazê-lo ainda mais plenamente. (4:1, 2) Entre outras coisas, o apóstolo aconselhou-os a abster-se de fornicação (4:3-8), a amar uns aos outros em medida mais plena, a trabalhar com suas próprias mãos (4:9-12), a permanecer espiritualmente despertos (5:6-10), a ter consideração pelos que trabalhavam arduamente entre eles, a ‘admoestar os desordeiros, a falar consoladoramente às almas deprimidas, a amparar os fracos, a ser longânimes para com todos’ e a ‘abster-se de toda forma de iniqüidade’ (5:11-22).

Interessante: Em cada capítulo deste livro encontramos uma referência a primeira fase da segunda vinda de Cristo, o arrebatamento da igreja.

Cap.1.10 – Libertos pela vinda

Cap.2.19 – Recompensados na sua vinda

Cap.3.13 -  Firmes em santidade até sua vinda

Cap.4.13-18 – Confortados pela sua segunda vinda

Cap.5.22 – Irrepreensíveis na sua vinda

Tema:O  ARREBATAMENTO DA IGREJA.

Esta carta preocupa-se principalmente com a primeira fase da sua vinda “ARREBATAMENTO”.

Refere-se à igreja sendo poupada da ira de Deus, ao ser tirada daqui (1:10;5:9)

A necessidade de se manter uma vida irrepreensível (3:13)

Para o encontro dos santos com Cristo nos ares (4:7)

A segunda carta aos Tessalonicenses já diz da “MANIFESTAÇAO” Este é o tempo em que Jesus virá para julga o mundo e estabelece aqui seu reinado por mil anos.

Vamos dividir esta cara em duas partes:

I - Os caps 1,2 e 3- Paulo relembra seu passado

Os convertidos - Nos cap 1 –  

Os evangelistas Nos cap 2 e 3 –

cap 2 -  Paulo e cap 3­ – Timóteo

II – Os caps 4 e 5 - Ensino para  futuro

cap 4 -  arrebatamento da igreja

cap 5 – Exortações quanto ao Dia do Senhor

 

Leia>>>>> Introdução - I e II Coríntios