ANOTAÇÕES DA BÍBLIA

Continuação 02 -A Natureza do Anticristo

Continuação 02 -A Natureza do Anticristo

ESCATOLOGIA COM PASTOR BRUNONI

– Daniel 8.23-25

A natureza do anticristo se modificará após ao arrebatamento, quando Satanás se encarnará nele. Então ele se torna parte da trindade satânica.

O termo anticristo ó é encontrado em 1 e 2 João. Ali ele designa qualquer pessoa que nega a Cristo. Como o nome dele não é revelado, cada escritor bíblico dá-lhe sua própria designação. Vejamos:

O Chifre Pequeno (Dn 7.8; 8.9)

Homem vil (Dn 11.21)

O Assírio (Is 10.5)

O Caldeu (Hc 1.6)

Gogue e Magogue (Ez 38)

O Homem da iniqüidade (2 Ts 2.3) 

Filho da perdição (2 Ts 2.3)

A Besta que emerge do mar (Ap 13.1)

Outros nomes são mencionados.



Direção do Movimento – Daniel 8:9

Isso se aplica à época da ascensão do anticristo.
O anticristo conseguirá estabelecer a paz, pondo fim à guerra, e trazendo segurança em meio ao caos.

Reconstrução da Babilônia – Isaías 13.17-22; Jeremias 50.23-46; Jeremias 51.1-58; Apocalipse 18. 1-20.

A Babilônia situava-se a cerca de 220 quilômetros ao norte do golfo Persa, junto ao Rio Eufrates. Nos primórdios da História, foi uma cidade muito importante, e o será novamente no tempo do fim. Sua grande importância no futuro nos é revelada pelo grande número de textos que a focalizam tanto no Velho como no Novo Testamentos. Sua destruição marca o fim do governo puramente humano no mundo.

A grande importância da Babilônia talvez se deva ao fato de que qualquer nação poderosa que estabelecer uma base no golfo Persa ficará no controle de todo o Oriente Médio, bem como do Extremo Oriente, e se achará em posição de ditar as normas para o mundo todo, no que diz respeito às riquezas. E é exatamente o que a Babilônia faz.

A Volta dos Judeus

Etiópia – Isaías 18; Daniel 11.43

Na Etiópia vivem dois povos: os judeus (falachas), e os etíopes africanos. O original Arca da Aliança acha-se em poder deles. Portanto, eles certamente vão liderar o grande retorno dos judeus. A Arca (estandarte) será levada da Etiópia para o monte Sião, por ocasião do retorno dos judeus.

Prosperidade, Riquezas, Idolatria – Isaías 2.10-22; Apocalipse 3.14-18; Apocalipse 17, 18.


Um Retorno Parcial – Ezequiel 35 a 36.5

O objetivo do retorno parcial é preparar a terra para a volta de todos os judeus. Esse retorno parcial (ora em processo) é cumprimento apenas das profecias que dizem respeito à terra e à oposição árabe.

Grande Perseguição de âmbito Mundial – Dt. 2.63-68; Ez. 37.1-14

A Expulsão Deles Para o Egito (Deserto) – Dt. 28.68; Ez. 20.33-44

A Tomada da Palestina Pelos Árabes – Ezequiel 36.5

Guerra na Etiópia – Isaías 18.

O Aparecimento do Estandarte – Isaías 18.3; Isaías 11.12
Esse estandarte da profecia possui todas as características da Arca da Aliança. A Arca voltará a ficar no monte Sião, e as pessoas irão ali para vê-la, até a volta de Cristo (Jeremias 3.16).

A Condição dos Judeus Antes da Volta Para a Terra – Jeremias 30.17; Ezequiel 37.1-14; Isaías 1.2-24

O Arrependimento dos Judeus – Deuteronômio 30.1-3; Ezequiel 20.33-38.
Eles deverão arrepender-se e voltar para Deus, o Deus de seus antepassados, para que possam ter a terra plenamente. Dessa vez, eles ainda não aceitarão Cristo.

Os Milagres que Cercam Sua Volta – Isaías 11.15,16

O Grande Retorno em Massa de Todos os Judeus – Isaías 11.11; Ezequiel 36.7-38
Isso abrange todos os judeus, de todas as terras (Ezequiel 36.10).

Árabes e Outros Estrangeiros Serão Expulsos de Israel – Isaías 11.14.

A Reconstrução do Tabernáculo de Davi – Amós 9.11

O Tabernáculo foi a construção que abrigou a Arca antes de o templo ser construído.


A Reconstrução do Templo – Ezequiel 41, 42, 43

O templo mencionado por Ezequiel será construído após o retorno dos judeus e antes da vinda de Cristo – provavelmente antes também do arrebatamento, no período de prosperidade mundial. Ele deverá estar construído antes da volta de Cristo (Malaquias 3.1). O templo mencionado em Ageu 2.9 provavelmente será construído durante o reinado de Cristo.

Prosperidade em Israel – Isaías 3.16-23; Ezequiel 38.11,12
Essa prosperidade resultará em grande pecado e idolatria (Ml. 1 e 2)


A RESSURREIÇÃO / ARREBATAMENTO

A Palavra da Ordem, a Voz do Arcanjo e a Trombeta – 1 Tessalonicenses 4.16; apocalipse 4.1; Daniel 12.1

Calamidade Mundial Iminente – Mateus 24.21; Lucas 21.36; Daniel 12.1; Isaías 26.20,21

Ressuscitam os Mortos em Cristo – João 5.25; I Co. 15.23,52; I Tessalonicenses 4.16; Daniel 12.2; Salmo 17.15.

Os Santos Vivos São Arrebatados – 2 Tessalonicenses 4.16, 17; apocalipse 12.5; Sf. 2.3

Satanás e seus Exércitos São Expulsos do Céu – Ap. 12.7-10; Dn. 8.10-13; Ez. 28.18

A Revelação do Homem da Iniqüidade – Satanás é manifesto em carne – Ap. 12.9; 2 Ts. 2.3,8,9; Ap. 13.3,4; Ap. 17.8; Ez 28.12-19.

Juízo no Reino – Mateus 13.41; Daniel 12.2

Separação Entre o Joio e o Trigo – Mt. 13.40-43

Separação dos Peixes Apanhados na Rede – Mt 13.49

Alguns São Tomados, Outros São Deixados – Lc 17.34-37; Mt. 24.40-41.

Alguns são Lançados Fora, Outros Não – Mt 25.1-13; Mt. 22.13; Lc. 13.25-28

 

O PERÍODO DA TRIBULAÇÃO

VISTO DO CÉU

Os Santos no Céu –Ap. 4 e 5
Anciãos, Seres Viventes, Cavaleiros e Anjos

A Grande Reunião – 2 Ts. 2.1

Tronos Armados no Céu – Ap. 4.4; Ap. 20.4

Cristo Pega o Livro Selado – Ap. 5.7

Os Selos São Abertos – Ap. 6

A abertura dos selos representa o processo de redenção da terra. Esse processo compreende, primeiramente, a purificação; e depois a reconstrução. A purificação é efetuada durante a abertura dos selos; a restauração, durante o reinado de Cristo com os santos. Este período é de mil anos.

Ira e Graça – Ap. 7.9-17; Hc. 3.12,13

Os Quatro Cavaleiros São Enviados dos Céus – Ap. 6.1-8

O Evangelho Pregado a Todas as Nações – Ap. 14.6; Mt. 24.14

A Paz é Tirada da Terra – Ap. 6.4; Mt. 24.7

Uma Grande Multidão é Salva – Ap. 7.9-17
São os santos da tribulação, salvos após o arrebatamento.

Fome – Ap. 6.5,6; Mt. 24.7

Pestilência – Ap. 6.8; Mt. 24.7

Terremotos e Queda de Estrelas – Ap. 6.12-17; Mt. 24.7

144.000 Israelitas Selados – Ap. 7.4-8

Estes também são os santos da tribulação, mas não foram mortos, porque o anticristo tem uma aliança com os judeus nessa ocasião. Os 144.000 permanecem na terra e são selados, para não sofrerem com os flagelos que deverão vir sobre a terra.
VISTO DA TERRA

O Anticristo é Mortalmente Ferido e Curado – Ap. 13.3

O Anticristo Reina em Todo o Seu Poder – Ap. 13; Ap. 17; Daniel 8.

A perseguição dos Santos da Tribulação – Ap. 13; Dn. 7.25

O Falso Profeta – Ap. 13.11-18

A Marca da Besta – Ap. 13.16-18

A Igreja do Anticristo – Ap. 17

As Guerras do Anticristo – Dn. 11

O Egito é Destruído – Ez. 29.9-13

Os Egípcios São Levados Cativos – Ez. 29.9-13

Inundações Repentinas do Mar – Amós 9.6; Ezequiel 27.34; Jeremias 47.2

 

continua >>>>>Escatologia 03 -