ANOTAÇÕES DA BÍBLIA

continuação As igrejas do NT. e os dias do fim

continuação As igrejas do NT. e os dias do fim

EM FACE DE TUDO ISTO DEVEMOS:

1 - Manter posição firme contra as trevas dentro de um comprometimento inarredável com o Deus da Luz.

2 - Estar vigilantes contra práticas que surgiram imoralidade e desvirtuamento da decência e decoro cristãos.

3 - Estar em oposição a certos costumes e práticas que militem contra a “simplicidade e pureza devidas a Cristo”, conforme o que está claramente mostrado em II Coríntios 11:2,3).

4 - Não aceitar músicas profanas no culto de louvor, em sim aquelas que são apropriadas à adoração e ao Santo e Excelso Nome de Deus: cânticos e hinos espirituais ou música de Deus e não músicas abomináveis a Deus e agressões à sua santidade. Que a música seja para o louvor de Deus, música da alma, espiritual e não profana e de origem diabólica, como o rock e as músicas do mundo perdido.

5 - Ficar firme na posição bíblica, atendendo aos ensinos da Palavra de Deus sobre a “simplicidade e pureza devidas a Cristo” (II Coríntios 11:3)

6 - Continuar na luta para trazer o Rei de volta e preservarmos o que temos: “Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” (Tito 2:13); a “sã e veraz doutrina bíblica”; a Bíblia na linguagem de Deus, o comportamento cristão inconfundível do crente “sal da terra e luz do mundo”; a música de Deus e a fé bíblica, “uma vez por todas entregue aos santos”.

7 - Nossa luta incansável para levantar o estandarte de nossa inequívoca fidelidade e lealdade a Cristo, até à morte, não se arrefecerá.

8 - Estarmos atentos aos sinais da segunda vinda de Cristo, conforme profetizados na Palavra de Deus e pelo Senhor Jesus, nos evangelhos.
9 - Estarmos bastante interessados em conhecermos bem os dois últimos sinais deste acontecimento:

a) A apostasia.

b) A manifestação do Anticristo, já presente em todo o mundo, conforme a 2ª. Epístola de Paulo aos Tessalonicenses, capítulo 2 (queira o dileto leitor dessa Comunidade ler na íntegra o capítulo 2 de II Tessalonicenses).

10 - Não aceitarmos o “evangelho” estranho, barulhento, escandaloso e cheio de trevas enquadrado na profecia bíblica da apostasia, o qual, evidentemente, é de todo diferente do Evangelho de Jesus e que tenho pregado. Denunciar este “outro evangelho” (kakangélho ou mau evangelho), estranho e abominável, de que Paulo fala em Gálatas 1:8,9 - “Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema. Assim, como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema”). Ver o artigo “Heresia Uma Estratégia de Satanás”. (Já citado em epígrafe e em link nesse artigo).

11 - Como as igrejas fiéis, nos tempos passados e nos dias de hoje, ficaremos firmes em nossa obediência a Cristo, de levarmos o Seu Evangelho até onde nos dê Ele a graça e as condições de fazê-lo, em obediência a sua ordem: “Ide... fazei discípulos de todas as nações”, até que Ele volte.

LANCES DA APOSTASIA

Estou absolutamente convencido pelo Senhor, o Deus Todo-Poderoso, de que estamos assistindo ao cumprimento das profecias sobre a apostasia e o aparecimento do Homem da Iniqüidade, conforme II Tessalonicenses 2, e já estando debaixo de sua pressão, a igreja decide, com vigor, apoiada na Palavra de Deus, não aceitar as imposições deste fenômeno escatológico, ou seja da apostasia.

Lealdade ao Rei da Glória e Fidelidade ao Príncipe da Luz, Salvador Jesus, que em breve voltará, é o que se espera dos verdadeiros crentes, nesta época da apostasia escatológica. “Sê fiel até à morte, dar-te-ei a coroa da vida” (Apocalipse 2:10).